quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Cotas de Lua-de-mel

Pois é, iremos à Grécia, como eu disse, com a ajuda de vários amigos, parentes, padrinhos e diversos familiares!
A idéia das cotas surgiu pelo fato de, como não estamos montando casa, nossa lista de presentes ser pequena. Mesmo assim, fizemos duas sugestões de lista, uma na Camicado, com coisas para casa em geral, e outra no Submarino, com mais eletrônicos.

Já confesso que do Submarino estou me arrependendo profundamente. Cada dia mais tenho a impressão de que eles, que eram tão bons, se esforçam diariamente para que eu nunca mais compre nada lá.
Enfim, voltando às cotas. Pesquisamos, para variar, diversos lugares. Algumas agências não tem esse serviço. Outras, têm, mas não satisfatoriamente...
Quem ficou mais a par de todas as pesquisas foi o noivo. De qq forma, me lembro das duas últimas empresas com mais facilidade.
De fato, fomos na Nascimento Turismo e adoramos a forma deles trabalharem. Mas, por via das dúvidas, passamos na CVC, já que é uma empresa enooooorme, pesquisamos alguns pacotes e obtivemos as informações das cotas de lá.
Vou começar pela CVC, onde não fechamos. Depois, fica mais fácil explicar onde e como fechamos. A CVC tem o programa de cotas, mas você tem que se inscrever pelo site, se não a lista fica atrelada a uma única loja, onde vc fizer o cadastro. Aí, para escolher um pacote, você tem duas opções: escolhe um pacote só depois que fechar as contas das cotas de lua-de-mel, o que não permitiria muitas escolhas, dada a proximidade da viagem (ou implicaria no adiamento da lua de mel para um bom tempo após o casamento), ou você escolhe um pacote, contrata e paga e os créditos das cotas de lua-de-mel poderão ser utilizados em uma segunda viagem, em até dois anos após o fechamento das contas.
Sinceramente, não curti nem um pouco essa idéia, pois ou as opções são reduzidas pelo exíguo tempo entre o fechamento das contas das cotas e a viagem (pois as pessoas deixam tudo pra última hora mesmo!), ou você pede pros convidados colaborarem com uma viagem de lua de mel prum lugar xis e acaba indo, depois, para um lugar y. Me sentiria quase uma estelionatária fazendo isso. E, ainda, sabendo que, de uma, comprei duas viagens com a CVC e dei o maior lucro pra eles!
Já a Nascimento tem um esquema completamente diferente. Foi o melhor dos lugares em que vimos as cotas de lua de mel. Além disso, achávamos (esperamos que realmente seja) que era uma empresa confiável, com muitos anos de mercado e tudo mais.
Lá, a Thaísa nos atendeu e explicou que funciona da seguinte maneira: escolhemos um pacote, contratamos ele e escolhemos a forma de pagamento. No nosso caso, em 10x sem juros, no cheque. Deixamos os cheques lá.
Os convidados ligam ou mandam email para ela informando que pretendem contribuir com determinados valores (estipulamos 50 e 100 reais e as pessoas podem contribuir com valores múltiplos desses...), ela envia um boleto por email para a pessoa, que paga no banco de sua preferência ou pela internet. O pagamento é identificado por uma numeração que existe no boleto. Quando o pagamento é acusado, o valor é convertido para o dólar do dia e vai para uma conta que a agência tem em nosso nome. Lá, ficam registrados nossos pagamentos e eventuais contribuições feitas pelos convidados, com identificação, valor, data e etc. Nesta conta, consta o saldo do valor do nosso pacote.
Alguns dias antes ou depois do casamento, nós passamos lá pra fechar a conta e ela nos indica quanto pagamos, quanto falta pagar do pacote e quanto foi pago pelos convidados. Assim, podemos optar por receber os valores que os convidados pagaram em dinheiro para converter e levar na viagem, pois eles têm caixa na empresa (imagino que dependa do valor, claro), ou deixar os valores dos convidados para pagar a viagem e retirar nossos cheques, que ficam em poder da agência e não são repassados a terceiros. Se nossos pagamentos, com as contribuições dos convidados, ultrapassar o valor do pacote, não ficamos com crédito, mas recebemos a diferença "a maior" de volta. De faltar, podemos antecipar pagamento ou deixar os cheques que já demos para cobrir o restante da viagem.
Digam se essa não é a melhor opção?
Sim, há diversas outras empresas que procuramos e posso tentar localizar todos os nomes para postar aqui, mas já adianto, de antemão, que nenhuma delas devolve $ pros noivos, apenas mantém crédito para que façam uma nova viagem, o que gera um p*&% lucro pra eles, já que se o crédito for insuficiente, a gente acaba contratando um outro pacote e pagando a diferença.
Enfim, claro que espero que dê tudo certo para indicar mesmo os serviços da Nascimento aqui, mas de qq forma, por ora, foi a melhor agência que encontramos não apenas para as cotas de lua-de-mel, mas para qualquer viagem. O atendimento é excelente e nós sentimos o grande profissionalismo das pessoas que trabalham lá. Depois da viagem, comento melhor tudo, né?!
Sobre as cotas, por enquanto elas são um sucesso. Faz tempo que não acompanhamos os valores das contribuições, mas nos espantamos há algum tempo com o tanto que já tinham contribuído. Nossa meta é alcançar valores suficientes para, pelo menos, pagarmos as 3 últimas parcelas, de Janeiro-Fevereiro-Março de 2009, pois assim entraremos no próximo ano sem dívidas! Por enquanto, estamos bem e acreditamos que iremos conseguir alcançar nossa meta. Quem sabe, até superá-la?

2 comentários:

Larissa disse...

Nossa, que agência legal hein?? Tb nao sabia de nenhuma que devolvia o $ aos noivos. E que destino bacana vcs escolheram! :))

Bjs!!

Carolina disse...

Olá! Gostaria de saber se no final deu tudo certo. Estou em busca de uma agência confiável para contratar esses seriço...
Obrigada!